quinta-feira, 24 de março de 2011

Palavras -Conversas com um rio.




NOVO LIVRO. Apresentação, Sábado 26 Março 2011, pelas 17 horas no El Corte Inglês, V. N. Gaia.

Entrada livre

4 comentários:

Valdemar disse...

Mais palavras para quê? Estive lá e foi brilhante.
É convicção minha que o nosso Rio, vai continuara a querer conversr connosc e agoar a inda mais animado. Eeçe foi tratado com elevação superior. Gentes do Rio

Beça Moreira disse...

Já há algum tempo que não vinha ao seu blogue. Peço-lhe desculpa por isso. O meu castigo, está visto que tenho perdido muito...
Meu caro Manuel Cunha, é um prazer ler o que vai escrevendo sobre o "seu" Rio Douro".
Serve este comentário para lhe comunicar que tenho em funcionamento o blogue: www.doaltodosameiro.blogspot.com, que mais não que um extravasar citadino das minhas emoções, das minha preocupações. Gostava também de saber a sua direcção para lhe enviar os meus "opúsculos", que o farei com todo o gosto...

Fernando Beça Moreira
Penafiel

Piko disse...

Foi num dia de Inverno numa Primavera que há-de chegar, como sempre! Depois, este rio Douro merece e quererá ser mais falado e mais comentado... Poucos "perdem" o tempo das suas vidas a olhá-lo, ou a escrever sobre ele, como se não merecesse, ou sequer existisse... Talvez por percebermos isso, quisemos com a nossa presença dar o nosso apoio para que o autor prossiga com a sua livre e salutar tarefa e para que este seja um incentivo para que surjam mais e mais homens e mulheres a deliciar-nos com as histórias tendo por cenário este rio Douro, ou mesmo um seus afluentes!... Adorei participar!

Piko disse...

Foi num dia de Inverno numa Primavera que há-de chegar, como sempre! Depois, este rio Douro merece e quererá ser mais falado e mais comentado... Poucos "perdem" o tempo das suas vidas a olhá-lo, ou a escrever sobre ele, como se não merecesse, ou sequer existisse... Talvez por percebermos isso, quisemos com a nossa presença dar o nosso apoio para que o autor prossiga com a sua livre e salutar tarefa e para que este seja um incentivo para que surjam mais e mais homens e mulheres a deliciar-nos com as histórias tendo por cenário este rio Douro, ou mesmo umparticipar! dos seus afluentes!... Adorei